Inclusão na Prática - Dicas de estudo em casa para alunos com TEA - por Maibí Mascarenhas

Inclusão

20 Maio, 2020

Com a extensão da quarentena, mesmo nós casos das escolas que deram férias de 30 dias, a educação formal em casa já está acontecendo. Devido a isso, é bastante importante que as instituições de ensino orientem as famílias de crianças com TEA sobre o preparo do espaço e demais aspectos para o estudo em casa.

Segundo alguns casos de sucesso pesquisados, recomenda-se, em linhas gerais, que o ambiente esteja propício ao estudo, evitando distratores e, se necessário, mantendo uma música leve de fundo para auxiliar na concentração e utilizando recursos de híper foco (assuntos ou objetos de preferência do estudante) para atrair a atenção do aluno para a realização da tarefa.

É interessante também manter uma rotina de estudos, preferencialmente no mesmo horário, local e com a mesma organização espaço-visual, para que o aluno reconheça, aos poucos, o momento destinado a realizar atividades escolares. É importante explicar, antes do início da rotina, através de imagens e explicações verbais curtas e diretas, que uma nova rotina será inserida para ele e todos os estudantes, temporariamente, para estimular a compreensão e evitar crises.

Para as adaptações de conteúdo, haverá variações de acordo com o quadro específico de cada aluno. É importante, então, alinhar com a família quais as metodologias utilizadas mais atrativas e as ferramentas específicas para a aprendizagem daquele alunos.

Observar o contexto específico de cada aluno é e sempre será fundamental para uma educação mais eficaz e efetiva. Vai passar, mas que deixe a maior quantidade de marcas positivas possível.

Chat