Inclusão na Prática | Professores inclusivos: nós somos a resistência - por Maibí Mascarenhas

Inclusão

20 Setembro, 2019

Professores inclusivos: nós somos a resistência


Este texto é para você, docente, que já escutou que o seu aluno com deficiência não vai aprender e já teve seu esforço questionado.
Esta mensagem é para você, que, como alguns, viu olhares de desdém aos estudantes que não compreendem todos os conteúdos, não se movem ou simplesmente não acompanham os padrões. Que já solicitou auxílio e não o teve, tentou novas estratégias nem sempre estimuladas por seus pares ou passou noites sem dormir, pensando no que mais seria possível fazer para melhorar os resultados na sala de aula. É para você, que já se sentiu muito sozinho no semear da inclusão mas, mesmo assim, não desistiu.
Pare, respire e substitua pensamentos tensos pelas boas emoções. Ao invés de considerar o quanto te dizem que não vai funcionar, observe o desempenho dos seus alunos e o quanto conquistaram através do seu estímulo. Relembre como eles eram e quantas conquistas já obtiveram até agora. Relembre quantas metodologias você já aprendeu, de quantas formas já ensinou e quanto - porque não dizer - amor foi plantado.
Este caminho é longo, cercado de poucos acompanhantes e cheio de obstáculos. Prepare a foice para cortar os galhos das velhas ideias pedagógicas, como profissionais acomodados, famílias que nem sempre aceitam as deficiências e falta de recursos. Você, possivelmente, será arranhado durante o trajeto. Mas, para quem tem a audácia, criatividade e bravura de chegar ao final dele, terá conduzido um aluno a suas potencialidades e chegado a recompensas além do que se imaginava. 
Fique firme. Resista. Estude, pergunte e, em primeiro lugar, acredite com amor. A inclusão escolar é para os que são fortes, esperançosos e, principalmente, para os que são verdadeiramente educadores. 

Chat