Foco e Produtividade | A potência do não dito da maneira certa - por Rubens Pimentel

Foco e Produtividade

05 Outubro, 2017

Treine formas diferentes para situações diferentes.


Sempre que pergunto para minhas turmas quem já disse sim em situações que tinha certeza que o não era a resposta mais conveniente?

100% das pessoas levantam a mão.

Isto ocorre porque, no fundo sabemos, que a forma como dizemos não no piloto automático será, na certa fonte de muitos problemas de relacionamento. Como desejamos evitar estes problemas dizemos sim e damos um jeito de resolver depois.

O problema é que esta estratégia suicida será devastadora para seus resultados e consequentemente para sua vida pessoal e sua carreira.

O que fazer então?

A resposta a esta pergunta é entender como devo organizar meu trabalho e quais formas de dizer não devo treinar. Como dica digo que vale procurar e ler alguns dos inúmeros livros sobre como dizer nãos produtivos, o principal deles é "O poder do não positivo" do Willian Ury.

O primeiro passo é entender dois pontos: sua negativa não será direcionada à outra pessoa e você não deve dizer não se contrapondo ao que o outro disser. Então o que fazer?

Para começar use a seguinte estrutura:

  • Ouça, respeite e acolha o que o outro está dizendo. Se alguém diz que tem algo importante para ser feito, considere sempre que no mundo dele a importância é real.
  • Demonstre, de forma neutra, quais são suas atividades do momento e sua programação futura, mostrando inclusive os compromissos que assumiu com outras pessoas e áreas.

Para isto você deverá ter cumprido as tarefas anteriores e sua agenda e lista de tarefas devem estar organizadas e atualizadas.

  • Dê alternativas para atender o outro. Estes momentos podem e devem ser negociados, por isso, sempre tente ajudar dando uma opção que seja viável para você.

Se for para dizer um não definitivo: acolha, demonstre sua programação e compromissos e diga o não no início. Jamais no momento da entrega do resultado!

Fique atento a este importante detalhe e treine de início em situações de baixo risco e com pessoas próximas e de bom relacionamento. Conforme for ganhando confiança vá se arriscando em terrenos mais movediços.

No próximo post vou contar alguns causos sobre o sucesso do não positivo.

Até lá!