Prática Pedagógica | Vamos 'destralhar' os guardados da escola? - por Heloísa Proença

Prática Pedagógica

12 Dezembro, 2018

Vamos conversar sobre o final do ano letivo?

Você já olhou o seu armário e analisou os pertences que acumulou?

Vamos pensar sobre isso?

 

Depois de muitos anos de experiência como profissional da escola uma das certezas que construí é que nós, educadores, colecionamos muitos materiais. São guardados importantes para nossa constituição docente, revelam o caminho que percorremos, os aprendizados que vamos construindo ao longo da profissão. São também memórias das experiências vividas no cotidiano com as escolas, os estudantes e os colegas de profissão.

Bilhetinhos, desenhos, cartinhas, projetos, planejamentos, aquele texto de um aluno que tanto emocionou, um trabalho que foi feito com tanto primor que merece ser guardado. Tudo ao lado de pautas de reuniões, bilhetes para os familiares, planejamentos, registros dos conselhos de escola, lembretes, informações do percurso de aprendizagem de alguns estudantes, entre tantos outros escritos.

Além disso, a depender do seguimento que atuamos, guardamos muitas caixas, caixinhas, materiais que poderão ser reaproveitados, trecos e cacarecos que para nós são de grande valor. Muitos de nós construímos uma relação afetiva com esses objetos.

Então, já pensou sobre o que realmente é necessário e importante guardar? Pense que depois de 20, 30 anos de profissão poderá precisar de uma casa inteira apenas para arquivar os seus guardados!!!!!

Minha sugestão: escolha um dia deste final de ano para visitar as memórias construídas ao longo do ano letivo. Tire todos os materiais do armário, analise-os e veja o que realmente será necessário guardar. É importante exercer o desapego e "destralhar" nossos armários.

A experiência me ensinou que quando guardamos materiais empilhados e desorganizados raramente retornamos a eles. Para que os guardados sejam acessíveis precisam de uma certa organização. Classifique-os e escolha uma forma de arquivá-los que seja útil a você. Os critérios de seleção poderão ser muito variados, mas é importante que você pense nisso. Atualmente podemos encontrar inúmeros organizadores a valores bem acessíveis no mercado, além disso aquelas caixas todas podem ajudar nas formas de organização. O importante é classificar o seu arquivo com identificadores bem visíveis e que facilitem o acesso aos materiais com rapidez e agilidade para que possam ser reutilizados e consultados sempre que desejar.

Uma rápida pesquisa nas ferramentas de busca na internet poderá ajudar na escolha dos melhores organizadores para o seu caso. Se você tem habilidade e gosta de DIY (Do It Yourself), que significa "Faça Você Mesmo", poderá encontrar dicas bem interessantes. Agora, se você é mais prático e não tem tantas habilidades, há muitos produtos interessantes de organização para profissionais da escola. Materiais organizados ajudam a ter uma vida mais organizada também.

Quando minha filha era pequena, queria guardar todos os materiais da escola e de suas brincadeiras, principalmente as experiências com tinta, desenhos e artesanatos que adorava fazer. Em pouco tempo percebi que seria impossível colecionar tantos registros. Numa longa conversa decidimos que todos os registros importantes para ela seriam fotografados para que pudesse tê-los sempre que quisesse e pudesse revisitá-los. Até hoje ela ainda exerce essa prática, embora a organização não seja o seu ponto mais forte!!!!!!

Desejo que todos tenham um excelente encerramento de ano letivo e que haja sempre muito o que rememorar. Como sempre digo nas minhas aulas, precisamos colecionar memórias afetivas para tempos futuros!!!!

Lembre-se de me contar como você organiza os seus materiais, quais gosta de guardar e por que esses materiais são importantes para você. Seus comentários trazem mais sentido para os meus escritos.

Um grande a carinhoso abraço!!!

Chat