Desenvolvimento Humano | Autoconhecimento - parte 2 - Por Jaqueline Alves

Os leitores que acompanham esta coluna de Desenvolvimento Humano devem ter notado que o que eu busco compartilhar são minhas reflexões de vida e profissionais. Acredito que esta troca de vivência em vários momentos de nossas vidas vale mais do que qualquer outra experiência. 

Estamos acompanhando a crise do combustível que se instalou no País, a aceleração de nossos passos a cada dia como não fossemos conseguir chegar... 

Tenho pensado nessa busca constate que é o que nos faz andar, progredir, conquistar e não há nada de errado com isso. 

Me pergunto o que buscamos, será que o queremos ou devemos é sermos mais ou menos?

Menos competitivos, menos estressados, menos acelerados, menos egocêntricos, menos intolerantes, menos exibidos, menos arrogantes, menos insatisfeitos, menos críticos, menos injustos, menos traidores de nós mesmos, menos ferinos, menos falsos e por aí vai...

Então o que nos diferencia quando pensamos em autoconhecimento? Nossas virtudes?

Vamos brincar um pouco! Sermos mais altruístas, mais calmos, mais amigos, mais pacientes, mais tolerantes, mais simples, mais satisfeitos, mais generosos, mais justos, mais sinceros conosco, mais autênticos e por aí vai...

Como limpamos nossas almas de tudo que não nos levará para lugar algum e damos lugar aquilo que estará conosco e fará toda a diferença nos momentos mais importantes, mais sérios e mais espetaculares de nossas vidas?

Como dizem os poetas: "Cada ser em si carrega o dom de ser capaz e ser feliz", música Tocando em frente - Almir Sater/Renato Teixeira.

A resposta não está nestas despretensiosas linhas ou em seu melhor amigo, está dentro de você!

Chat