Minha Carreira | Sua empresa é uma learning organization? - por Marcelo Veras

Minha Carreira

02 Dezembro, 2019

"Você aprende ou desaprende onde trabalha?"

 

No início da nossa carreira, em geral, estamos mais preocupados com o aprendizado do que com o salário. Sabemos que, nesta fase inicial, ganhamos pouco e aprendemos muito. Aos poucos, a coisa vai se invertendo. Mas o aprendizado, mesmo que importante ao longo de toda a carreira, tem um peso maior no início e nos primeiros estágios. Aliás, há casos de pessoas que trocam de emprego, às vezes até para ganhar menos, em função do aprendizado que a nova oportunidade irá trazer.

Na velha economia as empresas tinham uma preocupação limitada com o aprendizado. Em muitos  casos, quase nenhum. Exigiam competências antes de contratar e deixavam a cargo do colaborador a responsabilidade pelo seu desenvolvimento. Tanto é que os orçamentos de treinamento e desenvolvimento eram os primeiros a "verem a faca" quando era necessário cortar custos e despesas. Mas o mundo mudou, e muito. Hoje, um dos atributos mais valorizados pelas novas gerações tem ligação direta com um ambiente de aprendizado. Qualquer pesquisa que você for analisar no mundo verá que as empresas que não investem continuamente no desenvolvimento das pessoas que ali trabalham, aos poucos perdem seus melhores talentos. É quase como se disséssemos que, hoje, salário e oportunidades de aprendizado valem quase a mesma coisa.

A questão é que muitas empresas ainda não se convenceram disso ou ainda não fizeram os movimentos necessários. Medir essa questão não é tarefa fácil. Estamos debruçados sobre o tema nos últimos dois anos e, no último mês de outubro de 2019, lançamos uma ferramenta para dar uma contribuição para esta análise. O I.L.O. - Índice "Learning Organization", é um indicador que ajuda a descobrir em que estágio a empresa onde você trabalha fomenta o desenvolvimento contínuo dos seus colaboradores. A ferramenta é gratuita e está disponível no site www.inovaconsulting.com.br/ilo. Nela, você atribui uma nota de 1 a 4, sendo 1 a pior e 4 a melhor, para algumas variáveis divididas em quatro grupos: Autodesenvolvimento, Liderança educadora, Organização educadora e Aplicabilidade das iniciativas de treinamento na sua empresa. Com tais notas, a equação entrega um resultado, também de 1 a 4, e que mostra o quão learning organization a empresa é, ou seja, o quanto ela é um espaço onde as pessoas se desenvolvem continuamente e conseguem aplicar os aprendizados no próprio negócio.

Independente do estágio de carreira em que você se encontra, é importante saber que as transformações pelas quais passamos neste momento histórico nos impõem um caminho sem volta - o de nos tornarmos eternos aprendizes. Para que isso aconteça, é importante você fazer a sua parte e buscar sempre novas formas de se atualizar, mas também depende do ambiente onde você trabalha. Se este ambiente não incentiva e não cria as condições para você se desenvolver, fica mais difícil e o preço pode ser bem alto. Portanto deixo aqui a nossa contribuição com uma ferramenta que permite medir isso com clareza. Faça o exercício e depois faça uma reflexão sobre o resultado que você encontrou para a sua empresa. Discuta com seus pares, seu chefe e veja como pode contribuir para que o seu ambiente de trabalho também seja uma "escola" que irá lhe preparar para os desafios do futuro. Até o próximo!