Educação Infantil: Teoria e Prática | Momento importante na escola: Reunião de pais (parte 2) - Debora Corigliano

Educação Infantil

10 Setembro, 2018

No mês passado comecei a falar sobre um item importantíssimo para a escola, que é a Reunião de Pais. Hoje vamos continuar explorando pontos importantes para o sucesso deste evento. 


Organização do espaço físico

Na reunião coletiva o espaço deverá ser arejado, limpo e com cadeiras suficientes para acolher a todos os presentes. Sempre que possível, aproveitar a presença dos pais na escola, para expor alguns trabalhos realizados pelos alunos como painéis, textos, construções com sucatas ou artísticas. Essa ação valoriza o trabalho do educador e agrada muito aos pais presentes. Deixar a disposição dos pais, água, café e um biscoitinho (que pode ser feito pelos alunos na aula de culinária) será um ato de cortesia e acolhimento que todos apreciam.

Na reunião individual, o ambiente calmo e reservado permite que a conversa flua de forma bem tranquila. O educador deverá estar com tudo à mão para não ter que interromper a reunião para buscar algo, ou atender outra pessoa. Caso a reunião aconteça na própria sala de aula, organize-a de forma que os pais possam conhecer os materiais, painéis, livros e textos que são utilizados pelos alunos. Não esqueça de deixar algumas cadeiras fora da sala para os pais que ficarem aguardando. É muito constrangedor os pais escutarem a reunião de outros pais.

Tempo 

O tempo...  Ele poderá ser motivo de elogios, ou de reclamações no final da reunião. É importante que o tempo seja muito bem planejado para o sucesso do evento.

Na reunião coletiva, organizada como palestra, dinâmica ou exposição deverá ter um tempo para início, meio e fim. Mesmo se o professor estiver percebendo que os pais estão gostando, é preferível terminar e deixar um "gostinho de quero mais", do que chegar ao ponto de perceber no semblante da plateia o cansaço e inquietação.

Se por ventura for abrir a reunião para perguntas, deve-se antes finalizar formalmente, pois dessa forma os pais presentes que não tiverem perguntas poderão se retirar sem problemas e a reunião continuará somente com os interessados, evitando assim falatórios com conversas paralelas.

Na reunião individual o tempo é mais restrito, por esse motivo será interessante, que o professor envie antecipadamente o relatório para que os pais leiam e venham para a escola somente com as dúvidas para serem sanadas. Evitar conversas sobre outras professoras, ou crianças, focar no desenvolvimento do aluno e orientar os pais nas dificuldades a serem enfrentadas. Dessa forma a reunião torna-se clara, objetiva e prazerosa para os pais, que geralmente querem mais tempo com a professora de seus filhos.

 

Idealização do que será apresentado.

Uma reunião de pais, nunca acontece isoladamente. Dentro do processo da escola, a reunião deve ser idealizada por todos, desde a direção, coordenação, passando pela orientação até chegar ao foco que é o professor.

Nota-se que sempre que me refiro à reunião de pais, cito-a como um evento. E acredito que é dessa forma que as reuniões devem ser tratadas. Por esse motivo é que o planejamento envolvendo a Direção, Coordenação Pedagógica, Orientação e o Professor são essenciais para o sucesso do evento. Cada um terá a sua responsabilidade. Cabe ao Diretor aprovar o calendário, verificar a verba disponível para as despesas com o evento, coordenar a reunião de planejamento e conferir se todos os aspectos planejados estão sendo executados, sem contar a presença no dia do evento. A presença do Diretor fornece ao pai segurança e tranquilidade. Ao coordenador pedagógico, cabe verificar se o planejamento pedagógico foi cumprido, se o material do aluno está de acordo com o planejamento, se houve empenho por parte do aluno e toda a estrutura de cartazes, painéis e produção dos alunos estão prontas para serem expostas.

Ao Orientador, cabe a responsabilidade de ler as avaliações, conhecer os alunos que apresentam problemas comportamentais e emocionais, ter em mãos as notificações feitas no conselho de classe e ambos coordenador e orientador deverão estar presente na reunião, demonstrando aos pais que estão à disposição para eventual consulta de esclarecimento.

 

Pauta / lista de presença / Acolhida aos pais

O acolhimento aos pais na chegada deve ser feito pelos professores, pois com certeza ele já conhece todos os pais e será como o anfitrião do evento. A lista de presença deve estar logo na entrada, constando o nome do aluno, o nome do responsável presente na reunião, o grupo do aluno e a data do evento.

Esta lista é importante, para que o professor tenha conhecimento da presença e ausência dos pais no evento. E com esse dado ele poderá enviar aos ausentes a avaliação e se a escola permitir, remarcar a reunião, ou simplesmente mandar um pequeno relato, esclarecendo ao pai sobre o quão importante e produtivo foi o evento que ele perdeu. Assim no próximo evento, ele saberá que sua ausência será percebida e a importância em participar da vida escolar do filho.

 

Finalização / Avaliação

Quanto à avaliação do evento, poderá ser realizado de duas maneiras. A primeira e mais fácil é perceber no próprio dia se a aceitação dos pais foi boa, se eles saíram da escola satisfeitos, sorridentes e agradecidos. Outra forma é mandar na semana seguinte uma folha com perguntas em forma de "avaliação do evento". Neste formulário devem constar perguntas pertinentes ao evento, para que o pai possa assinalar a alternativa que melhor lhe convier. Ex. O horário da reunião foi acessível para sua família?  (  )  sim   (   )  não   por quê?

Com este formulário respondido em mãos, as chances de acertos no próximo evento serão muito grandes, pois a escola conhecerá suas falhas e trabalhará para que não aconteçam novamente.

 

 

Boa Sorte!