Educação Infantil: Teoria e Prática | Momento importante na escola: Reunião de pais (parte 1) - Debora Corigliano

Educação Infantil

05 Agosto, 2018

Um dos momentos do ano em que escola e a família podem trocar informações e ajudar o aluno nesta etapa do desenvolvimento é a Reunião de Pais. Uma reunião de pais deve ser planejada com muita motivação. Pois neste encontro os pais poderão conhecer melhor a estrutura da escola, a professora, a direção e coordenação e valorizar cada momento que seu filho permanece nesta instituição.

Vamos abordar todos os itens que compõe desde o planejamento até a execução, não esquecendo do feed back ao final da mesma.

No planejamento de uma boa reunião de pais deve constar:

  • Convite
  • Definição da metodologia da reunião: individual e coletiva
  • Organização do espaço físico
  • Organização dos materiais usados durante a reunião
  • Cronograma de tempo
  • Idealização do que será apresentado.
  • Pauta / lista de presença
  • Acolhida aos pais
  • Finalização
  • Avaliação

 Convite:

Normalmente as escolas mandam uma circular informativa para os pais ou colocam no site da escola, avisando o dia e horário da reunião. Algumas se limitam a colocar um aviso na porta da escola. Essas estratégias são frias e nada convidativas. Vamos pensar juntos, quando convidamos alguém para uma festa objetivamos que a pessoa compareça, com isso comentamos sobre o evento, como será prazeroso tê-lo, o que iremos oferecer, etc. Deixamos o convidado motivado a participar do evento. Com a reunião de pais deve acontecer da mesma maneira.

O convite deverá ser por escrito, de preferência com os nomes dos pais, ou dirigido aos pais do aluno tal. Dessa maneira, quem o recebe já se sente valorizado. Deve conter o tipo de reunião, a data, o local, o horário (início e término), o objetivo e a valorização da presença dos pais. O texto não deve ser muito longo, pois os pais lerão apenas o que lhes interessa, data, local, horário e finalidade. Sendo assim, seja objetivo sem ser frio. Informe logo no início do convite se a reunião será coletiva ou individual. O objetivo da mesma deverá ter uma linguagem de fácil entendimento. Finalize sempre com uma valorização da presença: "sua presença fará a diferença" ou "seu filho agradece a sua participação nesta reunião". A criança poderá participar da confecção do convite ou do envelope. 

Feito o convite passaremos para o próximo passo:

Definição da metodologia da reunião: individual e coletiva

Uma reunião coletiva, deve ser bem estruturada, pois suprir a necessidade de um grupo é muito mais difícil. A reunião coletiva só é produtiva, quando o assunto for pertinente a maioria dos presentes. Temas como: limites, regras, eventos, procedimentos, podem ser tratados de forma coletiva, desde que sejam usadas dinâmicas interativas e não só uma pessoa falando. Já a reunião individual, precisa ser objetiva pelo curto tempo que a educadora disponibiliza, visto que terá que atender vários pais no mesmo dia. É importante que a educadora converse com os pais, chamando-os pelo nome, assim o vínculo se fortalece e os pais sentem-se valorizados. Aproveite o tempo para falar exclusivamente do aluno, avisos, orientações gerais, podem ser dadas por escrito, além de objetivar o trabalho da educadora, usa-se este tempo para assuntos importantes e pertinentes ao aluno.

Deixo aqui o convite para continuarmos essa conversa no próximo mês!  Até lá!

Chat